NaturalTec | Telefones: +55 (011) 5562.1669 / 5072.5452 / 5565.3254 |naturaltec@naturaltec.com.br
ETA – Água para Reuso 2017-08-18T20:40:20+00:00

Tratamento de Águas para Reuso

A abundância de água no Brasil nunca trouxe grandes preocupações exceção aos setores que se utilizam de água como matéria-prima ou com influência direta sobre o produto final. Atualmente, entretanto, com o surgimento de problemas de poluição de água nos grandes centros urbanos, começa a haver um maior interesse e preocupação. A legislação, que vai tomando forma, introduziu como um de seus principais instrumentos a cobrança pelo uso da água e tem conduzido muitas indústrias e estabelecimentos comerciais à busca por um novo modelo de gerenciamento da água. O reuso se torna não apenas uma forma de garantir seu crescimento, mas de sobrevivência.

Reuso Industrial e Parâmetros: A indústria que consome hoje água potável poderia utilizar uma água de qualidade mais baixa e barata. Abaixo, alguns exemplos de qualidade de água requerida pela indústria (parâmetros em mg/litro ou especificado):

(UH – Unidade Hazen) | SST – Sólidos em Suspensão Totais | DT – Sólidos Dissolvidos Totais

Da mesma forma, a qualidade de água requerida para as torres de resfriamento e caldeiras, onde ocorre forte consumo por evaporação, poderia ser de uma qualidade diferente da água potável: Concentração Recomendada (mg/L) para Reuso de Água de Resfriamento e de Caldeira.

Em residências, grande parte da água usada pode ser facilmente tratada (águas cinza). No mundo todo há uma tendência ao reuso destas águas reduzindo sensivelmente os custos das contas de água.

Reuso Água Cinza – Água Residencial

Em residências o consumo de água é mais ou menos proporcional a nível mundial e a maior parte passível de tratamento in loco e reaproveitável. Independente da região e classe social envolvida o volume de água tratável para reuso se situa entre 70 e 90 do total.

A possibilidade de reuso se dá através do tratamento de água cinza, derivada do tanque, chuveiro, máquina de lavar e lavatório:

A legislação brasileira conta com parâmetros de qualidade para a água de reuso; as leis publicadas para água de chuva, água cinza e esgoto sanitário são dadas abaixo:

O reuso de água servida ou água resultante do processo de tratamento de esgotos deve atender as instruções contidas na Norma ABNT 13.969 / 97.

O tratamento das águas cinza leva em conta os contaminantes principais que seriam: carga orgânica (DBO5), teor de enxofre (S) e contaminação microbiológica. A caracterização média de uma água cinza é dada abaixo:

Características das Águas Cinza

Parâmetros Limites para Reuso de Esgoto Sanitário, Regras de tratamento de águas cinzas para reuso. Brasil, Canadá, Alemanha e Japão:

Tratamento de Água Cinza para Reuso

Estação de Tratamento: Para reduzir drasticamente a elevada DBO (carga orgânica), se recomenda o uso de um reator anaeróbio de alta taxa que além de eficiente apresenta uma economia de energia reconhecidamente elevada por todos os profissionais da área. Na seqüência a SNatural conta ainda com um reator aeróbio de baixo consumo de energia e reduzido tamanho (alta eficiência) para controle da carga orgânica residual e para ajuda na retirada de cor, turbidez e de sulfetos. A seguir o processo conta com um flotador para separar algum lodo não processado, aeração do tratado e por fim é feita uma desinfecção por cloro ou por ultravioleta.

Água cinza > reator anaeróbio > reator aeróbio > Flotação > Desinfecção