NaturalTec | Telefones: +55 (011) 5562.1669 / 5072.5452 / 5565.3254 |naturaltec@naturaltec.com.br
Leito de Raízes 2017-10-10T15:58:28+00:00

Tratamento Biológico | Purificação de Água com Leito de Raízes

A Naturaltec usa e desenvolve sistemas de baixo custo e integrados ao meio ambiente para tratamento de esgoto bruto lançado no meio ambiente.

Zona de Raízes ou Leitos Cultivados

Com vários nomes, Sistema Max Planc, Wetland, Reed Bed, é um sistema de fácil manejo, “não ocupa espaço” e por ser uma ETE enterrada, tem a característica de se transformar em uma área de convívio.

O sistema é reconhecido pela eficiência e usado há mais de 100 anos na Europa. O sistema tem passado por adaptações para atender as diversas condições de clima existentes principalmente EUA e Austrália com climas mais quentes. Assemelha-se ao filtro anaeróbio acima e alia a vantagem do filtro biológico aeróbio, com maior capacidade de depuração de carga orgânica, TSS, Nitrogênio e Fósforo, com menor tempo de retenção. A ETE com filtro de raízes será precedida no caso de tratamento de esgoto de um tratamento anaeróbio, fossa séptica de câmaras duplas, para separar óleos, graxas, materiais grosseiros e sedimentáveis e a seguir o Sistema de Leitos Cultivados.

O meio filtrante é formado de camadas somando 0,5 – 1,0 m de profundidade. Neste substrato e nas raízes de plantas nele sustentadas se dará o desenvolvimento de populações microbianas benéficas que digerem a poluição decompondo-a em produtos assimiláveis e sem odor. As plantas levam oxigênio às raízes e às bactérias ali existentes o que acelera o processo. É o processo de depuração que mais se assemelha ao da natureza onde as plantas contribuem na absorção de nutrientes contaminantes como o nitrogênio e o fósforo.

Filtros anaeróbios

Os filtros anaeróbios apresentam efluentes clarificados e com baixa concentração de matéria orgânica. Não consomem energia, removem matéria orgânica dissolvida, têm baixa produção de lodo, a água tratada presta-se para disposição no solo, resistem bem às variações de vazão afluente, a construção e operação são simples, não necessitam de lodo inoculador nem recirculação de lodo. Entre as desvantagens citam-se a produção de um efluente rico em sais minerais e risco de entupimento.

Consistem de tanques com leito de pedras ou outro material suporte para desenvolvimento de microrganismos. Entre os fenômenos que ocorrem no filtro anaeróbio temos a retenção por contato com o biofilme, sedimentação forçada de sólidos de pequenas dimensões, partículas finas e coloidais e ação metabólica dos microrganismos do biofilme sobre a matéria dissolvida.

São indicados para esgotos com contaminantes predominantemente solúveis, pois quanto maior a quantidade de contaminantes particulados, os sólidos suspensos, maior a possibilidade de entupimento. Podem ser construídos com fluxo ascendente, descendente ou horizontal. A eficiência de redução de DBO pode variar de 40 a 75%, para DQO de 40 a 70%; para sólidos suspensos, de 60 a 90% e para sólidos sedimentáveis, 70% ou mais.

Filtro por Leitos Cultivados para tratamento de Esgoto Doméstico com água Negra

Além de ser usado para retirar da água nitrogênio, fósforo de esgotos e metais pesados de efluentes industriais, fontes conhecidas de desequilíbrio e preocupação de órgãos ambientais, o sistema é usado para depurar água de lavagem de automóveis, de frutas, etc..

Aquicultura

O filtro biológico pode ser usado no tratamento de água de lagos ornamentais e tanques de criação de peixes e outros organismos aquáticos para controle de amônia, fósforo, turbidez e matéria orgânica. A qualidade da água pode ser incrementada com o uso de desinfecção ultravioleta para controle de doenças transmitidas pela água.