NaturalTec | Telefones: +55 (011) 5562.1669 / 5072.5452 / 5565.3254 |naturaltec@naturaltec.com.br
Ozônio 2017-08-18T21:45:39+00:00

Desinfecção | Ozônio

O ozônio é conhecido desde 1837 e sua primeira instalação industrial para tratamento de água ocorreu em 1893 na Holanda para desinfecção de uma estação de tratamento.

O cloro, sempre mais barato, começa a sofrer restrições por gerar compostos cancerígenos organoclorados, subprodutos de reações com matéria orgânica. A preocupação quanto ao uso de cloro é a formação de organoclorados, trihalometanos (THM) considerados cancerígenos. O ozônio pode ser gerado quando uma corrente nada de alta voltagem é descarregada na presença de oxigênio. O maior exemplo é o que ocorre na natureza com as descargas elétricas provenientes dos relâmpagos que aceleram elétrons o suficiente para gerar o ozônio a partir do oxigênio.

Características do Ozônio

  • O ozônio é um poderoso oxidante (1,5 vezes mais forte do que o cloro);
  • O ozônio é mais rápido do que o cloro na inativação de bactérias;
  • Não produz toxinas;
  • Decompõe-se gerando oxigênio;
  • É um gás instável, incolor nas condições atmosféricas, com odor característico;
  • Meia-vida em água a 20 ºC: 20 minutos

O ozônio tem 1,5 vezes maior poder de oxidação que o cloro e, dependendo da substância, é até 1500 vezes mais rápido na desinfecção. A pressão parcial do ozônio é inferior à do oxigênio, sendo facilmente absorvido pela água; 50 vezes mais rápido que o oxigênio.

Ozônio Desinfetante do Ozônio

O que diferencia o ozônio dos outros agentes desinfetantes é o mecanismo de destruição dos microrganismos: o cloro atua por difusão através da parede celular para agir sobre os elementos vitais no interior da célula, o ozônio age diretamente na parede celular, causando sua ruptura.

Aplicações do Ozônio | Ozonizadores de ar

Venturis

A Naturaltec mantém estoque regular de Venturis para aplicação de ozônio e sistemas de aeração. Os Venturis são eficientes incorporadores de oxigênio e de outros gases na água.