NaturalTec | Telefones: +55 (011) 5562.1669 / 5072.5452 / 5565.3254 |naturaltec@naturaltec.com.br
Técnicas de Aeração 2017-08-18T21:42:39+00:00

Técnicas de Aeração

Aeração – Difusores | Microrganismos Aeróbios

Organismos Aeróbios

Em algum momento entre 300 milhões e 2 bilhões de anos atrás, o aparecimento de algas fotossintéticas, mudou o curso da história da vida na terra dando início à produção de oxigênio (O2) para a atmosfera, que hoje representa 21% do total de gases.
FOTOSSÍNTESE: CO2 + 2 H2O + luz ›› (CH2O) + H2O + O2 ↑.

A molécula de (CH2O) produzida na fotossíntese, representa a unidade formadora de carboidratos, matéria prima fundamental para a síntese de todos os compostos orgânicos vegetais e animais. Alguns carboidratos importantes são: glicose, frutose, xilose, sacarose, amido, glicogênio, celulose, hemicelulose, etc.

Dos 10 bilhões de espécies de seres vivos que habitam o planeta, uma boa parte são microrganismos, só de fungos se calcula 1,5 milhões de espécies. Eles estão no ar, no solo e na água, e até dentro de animais como a vaca, ovelha, cabras, etc., em simbiose no rúmen, seu primeiro estomago, onde bactérias e protozoários, em número de bilhões de células por milímetro quadrado, ajudam a digestão; no ser humano a flora intestinal é fundamental para a manutenção da saúde. Sua variedade, capacidade de adaptação, reprodução e dispersão, permite que vivam em qualquer substrato, habitat ou ambiente. Um hectare de terra fértil, por exemplo, apresenta 4 tons de fungos e bactérias em seus 15 cm superficiais. Sua alta atividade metabólica, por outro lado, faz com que sua respiração seja responsável por 90% do gás carbônico (CO2) presente na atmosfera (0,03% do total de gases).

Decomposição dos Carboidratos

Microrganismo

(CH2O) + O2 ——–> CO2 + H2O

Com a morte, pela ação de outros microrganismos, o carboidrato é degradado e o CO2 volta para a atmosfera, mantendo-se o balanço.

Decomposição das Proteínas (Nitrificação)

Compostos nitrogenados como as proteínas e aminoácidos também serão oxidados ou decompostos por via biológica produzindo inicialmente a amônia, depois a oxidação a nitrito (NO2¯) e depois a nitrato (NO3¯). O nitrato é um composto mineralizado estável e solúvel, prontamente assimilável pelas plantas. A decomposição produzindo amônia se dá via aeróbia ou anaeróbia por uma série de bactérias; a nitrificação se dá apenas pela ação de duas bactérias aeróbias: a Nitrosomonas e a Nitrobacter.

Reações que ocorrem:

A quantidade de O2 necessária na degradação das proteínas (nitrificação) é maior do que para a dos carboidratos; o processo se dá em duas etapas; a temperatura ideal para as reações é entre 30 e 35 °C.

Devido à alta capacidade de dissolução de gases na água e à capacidade de mover grandes volumes de água, os difusores de membrana são usados largamente na oxigenação e tratamento de água.

Os difusores de ar/oxigênio colocam na água o oxigênio necessário ao crescimento dos microrganismos.

As aplicações em tratamento de água são:

  • oxigenação de manutenção do sistema biológico aeróbico;
  • retirada de odores por oxidação dos gases;
  • clareamento;
  • agitação/homogeneização dos sólidos em suspensão;
  • aqüicultura como fonte de oxigênio dos peixes e camarões.

A aeração é feita com difusores de ar difuso com a possibilidade de bolha fina de até 1 mm ou bolha média com 2 – 3 mm de diâmetro.

Os modelos de difusores mais comuns usados no tratamento de água são mostrados abaixo:

Modelos – Difusores Planos (tipo “prato”) e Tubulares